Perda e Luto

O luto é um processo de adaptação a uma perda que pode ser física (pessoa ou objeto) ou simbólica (expectativa).

Pode haver luto perante uma relação que fracassou, perda de um estatuto ou uma amizade.
Nestes casos não falamos em morte mas antes numa quebra de vinculo.

Uma perda é sempre dolorosa se houver estima pela pessoa e objecto ou se um acontecimento for muito desejado.

Habitualmente, o processo de luto é ultrapassado naturalmente, Contudo, existem situações em que não consegue ultrapassar o que pode conduzir a estados depressivos.

O luto conciderado normal tem diferentes etapas:

  • inicialmente há um choque ou negação do que está a acontecer.
  • segue-se a revolta e raiva.
  • depois existe um período em que procura os recursos para ultrapassar as dificuldades.
  • e por fim, há uma aceitação.
Noutros casos encontramos um luto patológico quando o indivíduo tem manifesta dificuldade em encontrar recursos para ultrapassar o sofrimento e vive em permanente angústia, choque e revolta.

Os sintomas mais comuns são:

  • Tristeza generalizada
  • Falta de interesse pela vida
  • Dificuldade em estabelecer relações
  • Angústia persistente
  • Saudade intensa, dor emocionale tristeza
  • Negação (Evita a realidade)
  • Incapacidade para confiar nos outros
  • Dificuldade em manter contacto com a sociedade
  • Desinteresse por tarefas quotidianas

Se a indivíduo tem historial depressivo a situação normalmente agrava-se.

Coloque aqui as suas duvidas e teremos todo gosto em responder

O seu nome (*)

Preencha o campo a baixo que prefere ser contactado/a

Ao seleccionar (aceito) estou a concordar que este site efectue o armazenamento e manuseio dos meus dados colocados neste formulário, segundo o RGPD

Aceito (obrigatório)